Como todo mundo sabe, eu sou muito conhecido e também conheço muita gente.

Por isso, tenho muito caso para contar. Mas hoje vou falar de alguém muito especial.

Ela é liiiiiinnnnnnddddaa!

Na verdade, foi eleita miss universo.

Sua beleza é única, extraordinária, fenomenal!

Seu charme arrasa corações, inclusive o meu.

Sua voz é delicada como a bruma da manhã.

Seu pelo é macio e branco como a neve. Se bem que eu nunca vi neve…

Seu jeito de andar é mais delicado do que o de um felino, sempre de salto alto.

Seu olhar é arrasador!

Estou falando da minha prima Cherry!

Eu sei que o Guto baba por ela, mas ela gosta mesmo é de mim.

Sei que, quando eu chego perto, ela sempre está com pressa, tem outro compromisso, vai para outro lugar. Mas, eu tenho certeza, ela é doidinha por mim!

Vou falar um pouco dela para vocês conhecerem um anjo na terra.

Ela adora ouvir música clássica, apesar de ter pedido um CD do Guto. Adora fazer ginástica, ela tem que manter a forma e sua comida favorita é, ninguém vai acreditar, alface. Argh…

No seu aniversário, pensei em comprar um presente para ela. Eu, com meu gosto refinado, com certeza escolheria o melhor presente que ela pudesse sonhar, não teria erro.

Comprei um quilo de bacon e biscoitos, claro! Tá certo que os biscoitos eu comi no caminho até a casa dela e também dei uma mordidinha no bacon, mas fiz tudo de coração.

Chegando na casa da Cherry, toquei a campainha, veio um de seus humanos para atender. Na verdade, ela toma conta de cinco humanos e apenas um é homem. Ela acha os homens muito complicados, quando foi escolher, não quis complicar sua vida.

Mas, voltando à minha visita. O humano atendeu e me mandou entrar e esperar. Fiquei três horas esperando a beldade. Disseram que ela estava fazendo as unhas. Quase não sobra nada do presente de aniversário, tive que segurar a onda para não comer todo o bacon que restou.

De repente, desponta aquela deusa grega na sala, eu perco a fala, fico sem ação e começo a caminhar em sua direção. Ela caminha em direção oposta. Eu volto, ela volta também.  Fica aquela brincadeira de pega-pega. Ela é muito brincalhona!

Com muito custo conseguir me aproximar para entregar o bacon. Ela agradeceu, ela é muitíssimo educada, contudo, sem muito entusiasmo. Devia estar cansada!

Nesse instante, toca a campainha de novo e, ao mesmo tempo, surge um aroma no ar.

Cherry sente o perfume e corre para abrir a porta. Quem era? O Guto, ele mesmo, com um buquê de alface nas mãos.

Cherry pulou no seu pescoço e deu-lhe um abraço e milhões de beijos. Recebeu o presente como se fosse um brinde do céu.

Não me contive e parti para cima do Guto.

– Sujeitinho impertinente, insolente, atrevido, enjoado, aborrecido! Vou acabar com você!

Levei uma surra que até hoje me lembro dos socos em minha barriguinha.

Naquele dia, não sei o que aconteceu, pois o safado do Guto só quebrou uma unha. O normal é eu acabar com ele.

E, pior de tudo, adivinha de quem a Cherry cuidou?

É! Tive que ir para a clínica veterinária com o humano-mor, o único que podia me levar.  Não sei por que as humaninhas estavam com medo de me levar. Falaram que eu era bravo e doido! Pensa!!! Eu, um cavalheiro!

E ainda tive que pagar uma conta enorme dos medicamentos!

Eta vida!

 

 

 

Fred
                           

Sobre a Autora Ver todos Posts

Fred

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *